Tuesday, 27 November 2007

Almoço para três = 133 libras

Para quem trabalha numa indústria em que as relações públicas são o "pão nosso de cada dia", sabe que vai chegar um dia em que temos de levar um cliente a almoçar ou jantar.
Várias vezes em Lisboa fui a restaurantes de qualidade com jornalistas, gestores de multinacionais, doutores e engenheiros, pois muitas vezes na mesa do restaurante é que se fazem os grandes negócios ou se esboçam brilhantes campanhas de marketing.

Mas aqui em Londres nunca me tinha acontecido... até hoje!

Por causa de uma atitude menos correcta de um actor meu aquando da gravação de uma campanha publicitária em Barcelona, estive prestes a perder um bom cliente. E como nestas coisas "actores há muitos, clientes é que não", dei a dica ao patrão que era preciso fazer alguma coisa para apaparicar o senhor. O meu patrão deu-me luz verde para levar o cliente a almoçar, pelo que comecei a semana passada a fazer as minhas diligências. Averiguei se ele aceitaria o convite e, em caso afirmativo, qual seria o tipo de comida que ele mais gostaria.

Do lado dele veio a aceitação do convite e um email a explicar que adora comida oriental, seja ela qual seja. Ficou então combinado para hoje e eu marcaria o local. Pensei logo em marcar no Nobu, mas ainda bem que não o fiz. No final da refeição, o cliente confidenciou que teve algumas más experiências por lá e que parece que só prestam atenção às estrelas que aparecem, esquecendo os clientes assíduos. No final, acabei por reservar mesa para três no Yauatcha.

Confesso que não sabia nada sobre o restaurante, mas passo pela vitrine todos os dias e maravilha-me a maneira como expoem as sobremesas (que vendem para fora) e o aspecto interior. Hoje sei que é uma das duas únicas casas orientais que tem uma estrela da Michelin, o carimbo gastronomico de qualidade internacional, e que é pertença do Sr. Alan Yau, o expoente máximo actual da cozinha chinesa mundial.

O almoço foi absolutamente divinal, com variadas especialidades de dim sum acompanhadas por um fabuloso tinto argentino e rematado com sobremesas de comer e chorar por mais...

O preço final? está ali em cima no título...
Não é para todos os dias, mas também eramos 3... e a empresa pagava...

Hei-de lá voltar com a Maria!!!!

6 comments:

wade said...

so para te dar uma beijoca..
nao via algo escrito por ti a muito tempo..

ainda te lembras de mim ?

beijinho Vanda

Melões Melodia said...

Pois o preco ate e razoavel diria eu.
Pode ser que a CK o queira ir experimentar.

Quanto ao Nobu, nunca me correu mal (as duas vezes que la fui!!!)

Abraco

Ck in UK said...

o NOBU e excelente, but a bit OTT.
Hakkasan e optimo tambem, mas e pra inchar valentemente, tanto num como no outro....

Olha deixei la uma coisa no meu blog, ve se divulgas e ve se apareces na reuniao de 10 de dezembro em londres.

Tuga em Londres said...

Esse 'e aquele restaurante japones que fica no Soho junto ao mercado que costuma por la haver e que as vitrines tambem sao meio azuladas? Se for esse, ainda so fui la lanchar um dia, mas pelo aspecto da comida acho que vou ter que ir la para jantar.

Hugo said...

Sabem, uma coisa desque comecei a ler os blogs de voces todos, tenho ido a certos sitios que apesar de ca estar a mais de uma decada aqui em londres, ainda nao me tinha aventurado, mas por assim dizer e por isso que adoro londres, todos os dias descobrimos algo novo sobre esta cidade.
Mas digo uma coisa, aqui sitos que sao uma roubalheira, faz me lembrar quando fui jantar a um restaurante em chelsea, a conta foi 167 libras e isso ainda faltava o service charge de 12.5% eramos tambem tres, e pouca comida mesmo, eu pensei em portugal acho que esse dinehrio dava-me para ir ao restaurante o mes todo ;)

jojo said...

adoro dim sum :D