Sunday, 4 May 2008

Aventuras e Desventuras de sábado

Quem leu o post de ontem da Lua já sabe que fomos os três ver o Grand Designs Live ao Excel.

E ir com a Lua a qualquer lado é sempre um prazer, porque além de ser uma optima companhia, acabam sempre por acontecer situações caricatas, que nos fazem desatar a rir.
Escolhemos o dia perfeito para ir passear até ao Excel: greve do DLR!

Assim, tivemos de fazer a viagem num autocarro de substituição. Já volto a este tema mais para o fim desta crónica (por isso leiam até ao fim, que eu prometo que encerramos em beleza) mas eu gostava de saber quem é que anda a formar os gajos do DLR! É que eles podem perceber muito de conduzior aquela lata de sardinhas, que por acaso até anda sozinha, mas são uma merda a dar indicações!! Quando entrei no autocarro em Bank perguntei a um deles se ia até Custom House (onde fica o Excel) Disse-me que não, que ia até Canary Wharf, mas que dali já o DLR funcionava. Chegado a Canary Wharf, claro está que o DLR não andava!! OBRIGADINHO, PÁ!!!

Bem, da exposição em si pode dizer-se que foi interessante, se bem que não havia muitas novidades desde o ano passado. Mas as que havia eram espectaculares, como a apresentação da Sony sobre como vai ser a Casa do Futuro, ou ver uma porta que já abre por impressões digitais.

Depois da Lua nos dar uma excelente aula de Wii Fit (aposto que aquele expositor foi para casa contente por te ter mandado um piropo!!!), nada melhor que relaxar no bar da Bombay Shaphire a beber um belo gin.

Mas o ponto alto do dia foi o regresso a casa!!! Depois de fazermos o trajecto Excel-Canning Town no autocarro do certame, mudámos para o bus de substituição do DLR que supostamente nos iria levar para Bank... e digo supostamente porque o japonês que estava ao volante (sem farda nem nada - deviamos ter desconfiado!!!) não fazia a menor ideia de como sair de North Greenwich!!! No meio de gritos (que não percebi se eram asneiras em japonês ou insultos em inglês), discussões com os passageiros e com o rádio, vimos o O2 Arena de todas as panoramicas possíveis e imaginárias, passámos pelo Blackwall Tunnel pelo menos 5 vezes em ambas as direcções e nem com as setas a indicar o caminho o gajo conseguia chegar a Canary Wharf... até que decidiu parar o autocarro e ir perguntar o caminho!!!! Nunca me ri tanto na vida numa viagem de autocarro como ontem!!!!

Acabámos por obrigar o gajo a parar no O2 e fomos de metro, porque senão acreditem que ainda estávamos lá às voltas agora!!!!.

"Is this the way to Okinawa?" - O nosso condutor acaba de parar o autocarro no meio da estrada e foi perguntar direcções a um transeunte.

4 comments:

Lua said...

Rapaz!!! Tu estás por acasa a insinuar que o facto de estarem comigo causou todas as aventuras com o DLR ;P?!!!


Foi altamente :)

P.s. Já me tinha esquecido do piropo :)

Once said...

Eeheh. Agora quem se fartou de rir fui eu...é que eu estive quase, quase para ir à exposição e mesmo com bilhetes de borla mudei de ideias...radicalmente...fui para Wimbledon Common, perder-me no meio do arvoredo.
Mas estou a ver que ainda bem que não decidi ir ao Excel..

Restelo said...

Ahahaha. A ultima vez que tive de apanhar um autocarro de substituição (não havia comboio a parar em Langley), alguém mandou um tiro ao bus. Como tal, meu caro, considera-te com sorte!

Tuga em Londres said...

Bem, essa do condutor ter parado no meio da estrada para perguntar o caminho para Canary Wharf e que e hilariante! A entrevista para o contratarem deve ter sido algo como:
DLR - "Precisamos de um condutor para amanha urgentemente que os trabalhadores do DLR decidiram fazer greve. O senhor sabe conduzir de Custom House a Canary Wharf?"
Candidato japones - "Oh como as palmas da minha mao. Sei muito bem sim senhor, alias, faco esse percurso com grande frequencia. Paguem-me bem que vao ver como sei os caminhos todos."
DLR - "Optimo! Está contratado. Como ja nao temos tempo para o levar a conhecer a rota é ideal que ja conheca o caminho. Até lhe vamos dar um A to Z pelo sim pelo nao, e toca a andar que se faz tarde".

Deve ter sido algo do genero ;-)Vejam pelo lado positivo, ao menos nao tiveram nenhum acidente.