Friday, 9 May 2008

Sinais do Tempo... ou como Portugal e os portugueses estão rendidos ao "popularucho"

Aviso desde já que o meu post de hoje não vai agradar a todos.. acho que vai até desagradar à maioria.
Fiquei bastante irritado com uma coisa que li hoje no site do Star Tracker e que não queria deixar passar sem um comentário e uma reflexão...
Não gosto dos gostos da maioria dos jovens do meu país. Estou no meu direito, assim como os outros estão no pleno direito de não gostarem dos meus. Tal como aprendemos desde cedo, "gostos não se discutem", por isso cada um gosta do que lhe mais apetecer e ninguém tem nada a ver com isso. O meu problema surje quando os outros querem fazer impôr os seus gostos, fazendo-nos passar por anormais, uns energumenos sem onde cair mortos, só porque não gostamos das mesmas coisas.
Em Portugal dá-se demasiada importância à televisão, e não raras vezes caimos num ciclo vicioso de "seguir a carneirada", em vez de pensarmos por nós próprios. De uns anos a esta parte descobrimos que adoramos comédia. Adoramos não, idolatramos! E então toca de aplaudir todo e qualquer gajo com um pouco de piada e promove-lo ao mais alto degrau da cultura lusitana! E então é vê-los reproduzir-se como cogumelos, imitando fórmulas mais velhas que os pais deles e dando-lhes um verniz para parecerem novas, grangeando aplausos de todos os quadrantes da sociedade, mas principalmente nos mais novos!!
A Conversa da Treta enche teatros e salas de cinema, os Gatos lideram audiências, todos querem Levantar-se e Rir e receberem os aplausos. Eu DETESTO o riso fácil, o riso da moda... e desculpem-me aqueles que gostam desses gajos, mas os comediantes em Portugal já não se precisam de esforçar. Basta um deles franzir o sobrolho num anuncio a um comando de tv que o país ri a bandeiras despregadas!
"Gostos não se discutem", digo eu novamente... por isso continuem lá a gostar disso...
Mas por favor não tentem fazer passar a ideia de que por serem um fenomeno de popularidade, esse pessoal tem importância no destino do nosso país!

Escrever uma mensagem para toda a comunidade Star Tracker a exigir de maneira histerica e "com a pita aos saltos" para que se convidem os Gatos Fedorentos para estarem na apresentação do Star Tracker em Portugal não é só ridículo como demonstra que para uma certa percentagem da população portuguesa, o que importa é conhecer os famosos da moda, e não aqueles com quem podemos aprender alguma coisa com experiências passadas.

7 comments:

cris said...

Concordo quase inteiramente..(hi hi porque eu gosto do António Feio e do José Pedro Gomes- Conversa da Treta )entre outros Mas,tens toda a razão por aqui vai-se atráz de modas e depois passa a ser tudo "cómico "!!!! em vérios sentidos...
Desprezo humor tipo o do Fernando Rocha e nunca entendi como vendia tanto..mas..são gostos ...
Quanto ao Star Tracker !!! não gosto !!!!
Simplesmente porque não entendo o porquê de terem o site ( agora por cá o sitio ha ha ) em Inglês!!!Afinal eles não são Portugueses????ou estarei a "ver" mal !!!???
Eu garanto que não sou patriotista, muito menos nacionalista !! mas isto irrita-me solenemente!! è por estas e por outras é que vou para Inglaterra!!
è a velha hitória da moda, do ir atráz, da etiqueta,do faz de conta etc etc ..eu chamo estupidagem!!!
Se calhar nem sabem que é a Teresa Ricou....mas o que se podia esperar de mentes "tão brilhantes" ???!!!

Lua said...

Sublinho, sublinho!

Se bem que de vez em quando até gosto de uma piada ou outra, o que me chateia a sério é a risada sem entendimento absolutamente nenhum. Carneirada, lá esta...

Melões Melodia said...

Bravo! Penso exactamente da mesma forma.
Abraco

ZZZ said...

Não deixando de concordar em certa medida, acho que em Portugal o que está a fazer muita falta nestes dias são mais sorrisos e gargalhadas. Se elas têm de ser arrancadas por supostos comediantes vazios e sem nexo....que assim seja. Ou isso ou caras amarradas ao tão falado "apertar do cinto". Que todos os males em Portugal sejam como esse...

Wask said...

não concordo absolutamente nada com o teu comentario, zzz. Os imperadores romanos, para fazer esquecer a pobreza que a população vivia, dava-lhes pão e circo...
Acho que faz falta mais gente deixar de rir e andar de cara amarrada, porque dessa forma se calhar as pessoas depressa se fartam de andar reprimidas e alguma coisa muda.

ZZZ said...

Eu entendo o teu ponto de vista e em outra situação iria concordar a 100%. Mas é que depois de passar 2 anos num pais onde as pessoas vivem de cara amarrada há décadas, e mesmo assim são altamente reprimidas e sem liberdade de escolha, acho que continuo a preferir ver as pessoas no meu país a rir...mas é assim mesmo...são pontos de vista. Obrigado pelo convite :)

Anonymous said...

quem quiser ver os vídeos do Star Tracking Lisboa 2008 evento pode vê-los neste site:

http://lugardoconhecimento.wordpress.com/2008/08/01/star-tracking-lisboa-videos/