Monday, 1 June 2009

Eu tinha que falar sobre isto...


Peço desculpa a mentes mais sensíveis (ou a quem vê o meu blog no local de trabalho) mas eu já era para ter falado sobre a Playboy portuguesa há um mesito atrás, mas decidi dar o benefício da dúvida. Contudo, e após já ter visto os três primeiros números da dita, não posso conter este post muito mais tempo.

Mas quem é a alminha que decide que rapariga meter na capa? Só pode ser um gajo cego!!!

Eu acredito que o primeiro número tenha sido dificil de fazer arrancar, e que a escolha da Mónica Sofia acaba por não ser muito má... excepto pela qualidade das fotos e produção envolvidos! Já sei que muitos vão dizer que isso não importa para nada, que ninguém presta atenção a essas coisas, mas quem diz isso de certeza absoluta ainda não viu as fotos. Mas como disse, como se tratava do primeiro número, escapa...

No número dois, que devia então aproveitar o balanço da "febre" que foi conseguir-se meter uma revista destas cá fora, escolheu-se a Cláudia Jacques, que até pode ser uma rapariga jeitosa e com atributos qb para este tipo de revistas, mas que já passou à largos anos dos 40!!! E ainda quer ser coelhinha? E de novo a fotografia e produção deixa muitíssimo a desejar.

E eis senão quando aparece o número 3, encimado por esse portento da beleza nacional que dá pelo nome de Ana Malhoa! É pá, tenham lá paciencia! Mas desde quando essa senhora tem estilo/estofo para gracear uma capa da Playboy? E aqui já nem a porcaria de qualidade das fotos e da produção me interessa.

Eu tinha a Playboy como uma revista masculina de classe, com extraordinária selectividade no momento de escolher quem mete na capa, com os melhores fotógrafos mundiais a disputar tão cobiçado espaço... Desculpem-me os senhores e senhoras que dão o litro para a publicar em Portugal (será?) mas o que vi até agora é uma piada de muito mau gosto para quem se intitula guardiã do entretenimento masculino...

Pois este homem perdeu definitivamente o interesse.

8 comments:

Boo said...

E eu acho muito bem, porque o que nao te falta ca em casa e bobies e bumies!
Lol

Atencao eu vi a primeira edicao e de facto nao ha qualquer atencao aos pormenores, e confesso que se torna feio de ver...

Cromossoma X said...

bem, promete-me que na proxima edicao dos dardos levas estas perolas, sim? ehehehe e' que eu sou daquelas que gosto de saber (e ver) TUDO!! eheheh :)

Cherry said...

Ok, apesar de ser rapariga confesso que tambem costumo ver a playboy. O meu namorado costuma comprar e eu dou sempre uma vista de olhos. E realmente concordo contigo!! Esta última da Ana Malhoa então nem há palavras. A qualidade das fotos é péssima e não têm classe nenhuma. Muito mauzinho...

Tuga em Londres said...

A Ana Malhoa na capa da Playboy? Lool!! Quanto 'a Monica ter tido a primeira capa ela tambem é a mulher do editor (acho que é o editor ou tem outro cargo qq com influencia na revista)da revista, daí ela ter sido a escolhida, mas mesmo assim acho que foi uma boa escolha para a primeira capa.
Quanto 'a claudia Jacques nao a conheco, mas parece que tem o corpinho tipico de uma Playboy independentemente de ser quarentona ou nao. A idade nao influencia desde que o corpor se mantenha com boa aparencia para aparecer na capa, entao porque nao?

Rabodesaia said...

olá!
Tb sou bloguista tuga no UK!
http://mariarabodesaia.blogspot.com/

beijinhos

Sergio said...

concordo completamente apesar de ainda nao ter visto a Ana Malhoa...desde que começou a ser publicada a Playboy que tenho pensado nas possíveis capas pois considerando a pequena quantidade de "figuras públicas" nacionais e excluidndo as que de certeza não vão "queimar" a imagem (já li que a Claudia foi despedida depois das fotos) não vejo grande futuro para a revista...a não ser que continue com desconhecidas, que não irão faltar :)

Pedro Dos Santos said...

Eu não sou de lançar boatos mas parece que o próximo número vai ser a Floribela numa orgia de Morangos com Açucar! ;D

Músico Guerreiro aka Melões said...

Quando estive no Porto da ultima vez, estive exactamente a discutir isso com um amigo meu, fotografo de renome que me mostrou a revista para dar a minha opiniao. Enfim, nao me pareceu uma revista erotica de classe, mas fez-me lembrar os calendarios que estao espalhados pelas garagens do nosso pais.
Abraco